Quem somos

Uma associação privada de fiéis de direito diocesano, reconhecida e aprovada pela Igreja. Por meio de espiritualidade Cristocêntrica, dedicamo-nos à ação  missionária e evangelizadoradora em comunhão com a Igreja e nosso carisma em dedicar a vida a serviço dos bispos e dos padres. Oferecer aos sacerdotes e aos bispos apoio e colaboração no exercício do seu ministério.

A Associação dos Missionários da Eucaristia foi fundada em 11 de fevereiro de 1989, por dom Thomás Guilherme Murphy e a Irmã Maria das Graças Mululo. Ao longo dos seus 23 anos de existência, a associação passou por diferentes fases e muitas reformulações. Começou com um trabalho missionário no bairro de Cajazeiras (Salvador/BA) como presença de animação pastoral, apoiando em tudo o sacerdote e os irmãos mais carentes da comunidade. Deus abençoa nossa associação e a conduz para onde Ele quer. Para nós, resta uma única tarefa: confiar e seguí-lo.

“Consagração no mundo e consagração do mundo”.

Dá um passo a mais. Sobe mais um degrau. É todo um esforço de evidenciar a vocação que mais se aproxima da vida de Cristo e de Maria entre os homens de seu tempo. “Vivem no mundo, para o mundo, mas sem ser do mundo”. (Paulo VI 19/07/67).

O missionário assume como missão especifica, consagrar o mundo através da própria vida; orientar os valores humanos para Deus; fazer do trabalho, dos sofrimentos, das alegrias, da vida e da morte a própria matéria desta consagração. Consagrar o mundo é a missão de cada cristão, cada consagrado, doar-se a Deus para que a vida da graça penetre os corações e transforme as consciências, orientando-as para Deus.

Qual é a base evangélica dessa forma de vida?

Pai, não peço que os tires do mundo, mas que os guardes do maligno. Eles não são do mundo, como Eu não sou do mundo. (Jo 17,16).

Os consagrados procuram unir sua vida à de Cristo e, com Ele, no mundo, entre os irmãos, dar de si para o bem e a salvação de todos. O Senhor chama! Se o coração é sensível, aberto, cristão, escuta o chamado e segue a voz de Cristo.

Só atendendo ao chamado do Senhor, concretiza-se a Palavra: “Vem e segue-me!” Vem, receber meu dom de vida. Segue-me, levando ao mundo o dom de minha vida.

A vida consagrada deve ser vista como a resposta livre a um chamado particular de Cristo, mediante a qual os consagrados se entregam totalmente a Deus e tendem para a perfeição da caridade, sob a unção do Espírito Santo. (Compêndio do Catecismo da Igreja Católica nº 192)

Quem são os Missionários da Eucaristia?

São grupos de leigos que se propõem a viver o Evangelho atendendo aos apelos da Igreja, a exemplo de Cristo, que se dá e se reparte sob forma de pão. Cada membro dessa pequena família visa traduzir com a vida o gesto de partir e repartir o pão de Jesus. Tornar-se com Ele, Eucaristia viva e ambulante no meio do mundo. E ainda ser apoio e incentivo, humano e espiritual aos bispos e padres.

Qual o campo de missão?

Pelo batismo, cada cristão é chamado a viver e doar a vida em prol do reino de Deus, nos lugares onde convive e trabalha.

Os missionários, em qualquer que seja o seu campo de missão, onde a providência os chamou (família, escola, hospital, fábrica, escritório, banco, etc.), procurarão levar a todos o desejo de buscar o estado de graça e os meios para alcançá-lo.

Onde quer que viva o Missionário da Eucaristia, e seja qual for a sua atividade, procure esforçar-se para ser uma lamparina acesa indicando aos irmãos distantes o caminho de Jesus.

Você pode ser uma pessoa chamada. Já pensou nessa possibilidade?

Nossa espiritualidade

Cristocêntrica: identifica em Cristo Eucarístico, que se dá e se reparte sob forma de pão. Cristo torna-se nosso alimento, nossa força, nosso companheiro na peregrinação para a casa do Pai.

A espiritualidade dos missionários deve ser a imitação de Jesus-Eucaristia-Sacerdote que se dá e se reparte sob forma de pão.

Nosso modelo: Maria como a primeira missionária no Novo Testamento. Ela que sempre foi generosa em repartir e doar seu Filho Jesus ao mundo.

Missionários da eucaristia podem ser:

Leigos consagrados – Sócios.